Paranautas.com - ideias, acoes e debates em prol do grande Parana Clube

Festa na Vila

Com recorde de público no ano, Tricolor passa por cima do Bahia e classifica na Copa do Brasil

Publicado em 09/03/2017 - 18:09

- Com alma e no embalo de sua torcida, o Paraná Clube despachou o Bahia e garantiu classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. “Uma noite mágica”. Foi assim que o técnico Wagner Lopes rotulou o que aconteceu nesta quarta-feira (08), na Vila Capanema. O Tricolor fez 2x0 no time baiano e agora vai encarar o ASA de Arapiraca na próxima etapa do torneio nacional. Quase dez mil pessoas estiveram no Durival Britto e vibraram com a vitória mais expressiva do Paraná, nesta temporada.

“Sabíamos das dificuldades. Tínhamos pela frente um campeão brasileiro e se não fôssemos precisos, não conseguiríamos o objetivo. Felizmente, deu tudo certo”, destacou Wagner Lopes. O treinador surpreendeu na escalação. Com a entrada de Júnior na lateral-direita, ele deslocou Diego Tavares para a extrema direita. Além disso, Alex Santana assumiu a titularidade do meio-campo. O time foi equilibrado do início ao fim e soube “sofrer” nos momentos em que o Bahia foi mais ousado.

Nesse jogo absolutamente estratégico, o Paraná teve algumas boas oportunidades, quase sempre nas arrancadas de Renatinho e Matheus Carvalho. Aos 24 minutos, quando Diego Tavares cruzou, Carvalho foi enganado pelo quique da bola e o goleiro Jean fez a defesa. A melhor chance veio aos 39 minutos. Na roubada de bola de Renatinho, Matheus Carvalho recebeu e parou na saída precisa de Jean. As emoções maiores, porém, estavam reservadas para o segundo tempo.

Aos 5 minutos, Diego Tavares escapou, mas seu chute foi interceptado por Eduardo. Na cobrança de escanteio, Renatinho cruzou e Eduardo Brock “fuzilou” de cabeça: 1x0. O Bahia se desesperou com o gol e Guto Ferreira arriscou tudo com as entradas de Renato Cajá, Maikon Leite e Gustavo. Houve alguns momentos de tensão, com a bola cruzando a área paranista. Mas, aos 38 minutos, Renatinho decidiu a partida. Guilherme Biteco cruzou para Ítalo, que acertou o travessão. Na sobram Renatinho dominou e definiu a partida: 2x0.

PARANÁ CLUBE 2x0 BAHIA

Paraná: Léo; Júnior, Airton, Eduardo Brock e Igor; Gabriel Dias (Leandro Vilela), Alex Santana, Matheus Carvalho (Guilherme Biteco) e Renatinho; Diego Tavares (Bruno Cantanhede) e Ítalo. Técnico: Wagner Lopes.

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero; Renê Júnior (Gustavo), Édson, Régis (Renato Cajá) e Diego Rosa; Zé Rafael (Maikon Leite) e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.

Local: Durival Britto (Curitiba-PR)

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)

Renda: R$ 182.414,00

Público pagante: 8.266

Público total: 9.481

Cartões amarelos: Alex Santana (Paraná). Zé Rafael (Bahia)

Expulsão: Renatinho aos 45’ do 2º tempo

Gols: Brock aos 6’ e Renatinho aos 38’ do 2º tempo

 

Departamento de Comunicação - PRC



LOJA OFICIAL

PARANAUTAS TV

CLASSIFICADOS PARANAUTAS

ENQUETE

Quem foi o maior treinador da história Paranista?

 

Processando...


Parcial
Enquetes Anteriores

ÚLTIMAS DO CLUBE NA IMPRENSA

GALERIA DE FOTOS

TÚNEL DO TEMPO - O QUE ACONTECEU NA HISTÓRIA DO CLUBE

03/03/2002 - Reinauguração do Estádio Pinheirão. Mais de 35 mil pessoas viram a vitória por 3x2 diante do Internacional.

04/03/1990 - Primeira vitória da história do Paraná diante do Toledo (3x0).

06/03/1993 - Gralak cobra lateral e faz o segundo gol do Paraná contra o Umuarama.

13/03/1991 - Primeira partida e primeiro gol do atacante Saulo com a camisa do Paraná Clube contra o Criciúma (SC).

14/03/2007 - Paraná perde para o Flamengo jogando na Vila Capanema. Souza acerta um chute em João Vitor, que quebra o braço.

21/03/2007 - Jogando no Maracanã o Flamengo vence novamente por 1x0. Gol de Souza.

28/03/1999 - Diante do Atlético-PR, Régis defende duas penalidades e o Paraná conquista vaga na final da Copa Sul.