Paranautas.com - ideias, acoes e debates em prol do grande Parana Clube

Homens ou meninos?

Pressionado, Paraná precisa ter maturidade

Publicado em 17/11/2017 - 11:53

Por Rafael Coelho

O Paraná Clube enfrenta o CRB neste sábado, 18/11, no estádio Rei Pelé, em Maceió, sob intensa pressão. O tricolor vai ter que superar além do mau futebol apresentado nas últimas rodadas, um adversário ainda ameaçado pelo rebaixamento e a desconfiança da crítica e da torcida.  

É a penúltima rodada da Série B 2017, o tricolor está em quarto lugar mas Londrina e Oste, com dois pontos a menos, estão vivíssimos na busca do acesso para a Série A, ano que vem.  

O nervosismo e a apatia dos jogos anteriores vão ter que ser superados pelos paranistas a todo custo, pois qualquer resultado que não seja a vitória vai detonar uma crise de confiança, desencadeando nas incertezas e derrotismo que acompanham o clube nos últimos dez anos.

MENINOS E HOMENS

No Nordeste, um ditado muito popular diz que sempre chega a hora de “diferenciar os homens dos meninos”. Pois é justo agora, em baixo do inclemente sol alagoano, que os jovens atletas tricolores vão ter que mostrar maturidade.

Amadurecimento que também precisa ser visto no técnico Matheus Costa. Mais do que equívocos nas escolhas táticas ou de formação, o treinador falhou quando nomeou o confronto contra o Oeste (então seu maior adversário ao acesso) como o Jogo da Década.

Ao hiper-valorizar o embate contra os paulistas, num jogo em casa, ainda pela 33a rodada, Costa jogou nos ombros dos atletas um fardo antecipado, pesado e desnessário. O resultado é sabido: o time jogou errado, perdeu e não se encontrou mais, abalado emocionalmente. Agora, a psicologia do treinador vai ter que ser mais eficiente. E a disposição tática do time também.  

PROTESTO

Na antevéspera do jogo, a delegação paranista se deparou com um protesto de BR-101, precisando completar a viagem do Recife até Maceió de taxi. O incidente, a propósito, deveria servir de insipiração aos jogadores e à comissão técnica.

Quem protestava eram os moradores de Novo Lino, um dos muitos miseráveis municípios alagoanos. Lá, a prefeita foi eleita com diploma falso, os funcionários da Prefeitura não recebem salários desde agosto, não há coleta de lixo há quase um mês e o comércio está falido.

Superar os problemas, corrigir as más escolhas e viver dias melhores é a batalha dos novo-linenses. Também deve ser a razão de ser do time paranista.

 CRB X PARANÁ CLUBE

DATA: Sábado, 18/11/2017 - 17h30

LOCAL:  Estádio Rei Pelé – Maceió (AL)

ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (RJ). ASSISTENTES: Michael Correia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)

CRB: Edson Kölln; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Gabriel, Diego; Yuri, Rodrigo Souza, Edson Ratinho, Chico, Tony; Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior.

PARANÁ CLUBE: Richard; Cristovam, Maidana, Brock, Rayan (Igor); Leandro Vilela, Gabriel Dias, João Pedro, Renatinho, Robson; Alemão. Técnico: Matheus Costa.



LOJA OFICIAL

PARANAUTAS TV

CLASSIFICADOS PARANAUTAS

ENQUETE

Você manteria o Matheus Costa como técnico?

 

Processando...


Parcial
Enquetes Anteriores

ÚLTIMAS DO CLUBE NA IMPRENSA

GALERIA DE FOTOS

TÚNEL DO TEMPO - O QUE ACONTECEU NA HISTÓRIA DO CLUBE

01/02/2007 - Estreia na Libertadores. Jogando em Calama, no Chile, vitória paranista: Cobreloa 0x2 Paraná. Primeiro gol do Paraná: Henrique Dias.

03/02/1979 - Aniversário Lúcio Flávio

04/02/1990 - Primeira partida da história, contra o Coritiba no Couto Pereira.

07/02/2007 - Jogo de volta e empate na Vila Capanema: Paraná 1x1 Cobreloa. Gol marcado por Lima.

07/02/1993 - O goleiro Régis faz a sua primeira parrida com a camisa do Paraná Clube.

10/02/1990 - Primeiro gol da história do Paraná, marcado por Sérgio Luiz contra o Cascavel na Vila Capanema.

15/02/2007 - Union Maracaibo 2x4 Paraná

19/02/1998 - O Paraná estreia contra o Fluminense (RJ) no Maracanã. Rafael e Reginaldo Vital marcaram os gols da vitória paranista, eliminando a partida de volta.

21/02/2007 - Paraná 2x0 Potosí

27/02/1994 - O Paraná Clube goleia a equipe do Coritiba por 4 a 0 no Couto Pereira (Saulo, Ézio, Claudinho, Saulo).